Loading...

sábado, 31 de maio de 2014

AMEVAT (Associação de Meliponicultores do Vale do Alto Taquari RS)

A todos os amigos que visitam a minha pagina é uma enorme satisfação estar contribuindo de alguma forma para a preservação das nossas Espécies de Abelhas Sem Ferrão (ASF) e quero expressar a todos os amantes e preservacionistas dessa atividade chamada de Meliponicultura que só conheci em 2007 quando tive acesso a internet e comecei a estudar e pesquisar as ASF por conta própria e fiz grandes amigos verdadeiros e venho através desta página comunicar a todos e expressar a minha enorme satisfação de estar comunicando a todos, que se formalizou a primeira associação de Meliponicultores a AMEVAT com cerca de 55 associados fundadores, da qual faço parte da diretoria com o objetivo de ajudar e instruir todos que gostariam de aprender mais sobre as abelhas sem ferrão como o manejo, biologia, comportamento, caixas racionais plantas melíferas e poliníferas e muitos outros assuntos relacionados, e que os iniciantes não cometam os mesmos erros que eu cometi por falta de informação e conhecimento...
Site da AMEVAT ainda esta em fase de construção......

Visita do colégio Alberto Torres,trabalhando junto com a EMATER e AMEVAT apresentando as abelhas e degustando mel de Jataí, quem sabe futuros Meliponicultores e Meliponicultoras.....














Associados Fundadores















Primeira reunião
































Hugo Schmidt é o primeiro presidente da Amevat

 - Notícia publicada dia 11 de junho de 2014
A Associação de Meliponicultores do Vale do Alto Taquari (Amevat), fundada em 5 de abril de 2014, será realizada nesta quarta-feira, dia 11 de junho, às 19h15min, no auditório do Jardim Botânico de Lajeado. A entidade, que congrega mais de 50 meliponicultores do Vale do Taquari, é a primeira entidade do gênero oficialmente criada no Estado e tem como objetivo principal a preservação das abelhas nativas sem ferrão.

O primeiro presidente da entidade é o empresário e produtor de abelhas nativas, Hugo Schmidt, diretor presidente da Construtora Diamond de Lajeado. Ele está muito entusiasmado com a criação da entidade. “A intenção é unir a classe e lutar por nossos interesses. Vamos trabalhar unidos para resolver questões comuns aos criadores de abelhas nativas”, disse Schmidt.
Entre as questões que terão prioridade pela Associação está a criação de uma legislação estadual que regulamenta a atividade de meliponicultor. “Hoje nós estamos trabalhando de forma clandestina e sujeitos a punições”, disse o presidente.
Além da produção de mel, as abelhas nativas exercem importante função na polinização de plantas. Elas são responsáveis pela polinização de mais de 70% das plantas. “Isto significa dizer que sem as abelhas a humanidade não teria alimento suficientes para saciar a fome da população”, afirma Schmidt. Ele enfatiza que as abelhas exercem importante papel ambiental. “As constantes derrubadas de matas nativas e o uso de agrotóxico dizimaram muitos enxames de abelhas. Precisamos urgentemente repensar a forma de cultivar nossas lavouras e preservar as matas remanescentes”, enfatizou Hugo Schmidt.
Diretoria da Amevat para a gestão 2014/2016Presidente: Hugo Schmidt
Vice-presidente: Oderno Alberto Theves
Secretária: Andreia Binz
Vice-secretário: Maicon Fabrício Patzlaff
Tesoureiro: Rodrigo Boiarski
Vice-tesoureiro: Juliano Schneider
Conselho Fiscal: Lasiê Amauri Delazeri, Airton Lamm e Ismael Scheren. Suplentes: Luis Eduardo Kramer, José Dalla Vecchia e Ari Antônio de Conto.
Diretoria Técnica: Diretor Técnico Paulo Conrad e vice-diretor técnico Valmir Züge.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Amevat


quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014